Galera medonha

Ao invés de tirar um cochilo durante o almoço, como quase sempre faço, nos últimos dias resolvi assistir ao horário eleitoral. Sabe como é, ver um pouco de bizarrice é bom de vez em quando.

Genoino (PT) começou logo dizendo que nada foi provado contra ele (não sabia de nada, assinou sem ler etc.). Valdemar da Costa neto (PL) disse que optou por “recomeçar” sua vida política, pois cometeu o “erro” de aceitar “doações não contabilizadas” (como se fosse só isso).

E o Paulo Maluf (PP)? Não me lembro direito do que ele falou, mas tinha a ver com firmeza na política. E o adevogado do Coronel Ubiratan? Foi logo dizendo: “Fui adevogado do Coronel Ubiratan, votem em mim”.

E muitos candidatos a deputado federal falando em “ética na política” e “renovação” do Congresso. Tá bom.

Mas eu queria mesmo era ter visto o Paloffi. O que será que ele diria?

E o desesperado Mercadante (PT)? E o Lula, que diz que só vai a debate quando “a gente achar que interessa”? Sai desta alma, FHC!

(Em agosto de 2006)

Anúncios
Esse post foi publicado em Brasil, Nonsense, Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s