Você lembra da sua infância?

Engraçado alguém dizer que não se lembra de muita coisa da infância. Acho que isso tem um quê de trágico e de vazio. Só me vem uma explicação: ou essa infância foi muito ruim ou traumática. Senão, porque não lembrar?

Hoje, pensando nisso, me vieram histórias inteiras de quando eu era criança. Até o que eu estava sentindo eu consegui sentir novamente. Impressionante.

Isso me lembrou uma tia-avó, que, depois dos 70, passou a lembrar de coisas da infância que ela não se lembrava. Muito estranha a nossa cabeça.

Anúncios
Esse post foi publicado em Egotrip. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Você lembra da sua infância?

  1. Karam disse:

    Cara, a avó do meu cunhado, uma vez, voltou para a cidade em que ela tinha menos de dez anos quando saiu. Aos 90 anos de idade, ela lembrou onde era a casa em que morava, o nome do vizinho e achou por lá um velhinho que ainda morava naquela rua, filho do tal vizinho, que constumávam brincar com ela quando eram crianças. Coisa de outro mundo.
    Bom, minha infância não foi traumática (até onde lembro…hehehe) e não me lembro de tantos detalhes… pode genético tb. Pode ser que eu não esteja ficando velho, o que é um bom sinal.
    Abraços

  2. Carlos disse:

    Karam, você por aqui. Bem vindo!

    Então, esse negócio das pessoas mais velhas começarem a se lembrar de coisas da infância é engraçado mesmo. Queria ouvir um psicólogo ou um neurologista falar sobre isso. E também de porque algumas pessoas não se lembram muito da infância.

    E o nosso amigo Paulo Henrique Amorim? Como está? Muita conspiração contra o Lula e tal? 😉 O trabalho tá bom por lá (digo, por aí)?

    Um abraço.

  3. Karam disse:

    Bom, não sou pscólogo e estou a milhares de milhas de distância de ser um neurologista. Mas alguém me disse isso acontece porque, com a idade, vc perde sua memória instantanea – aquela que a gente usa para lembrar a senha, o último capítulo do livro, o nome da pessoa do lado, etc – isso abre espaço para que as memórias registradas aflorem. Bem, não inventei isso… ouvi em algum lugar 😛

    Nosso amigo PHA está muito bem e eu estou gostando muito do trabalho por aqui. Não seria tão bom para um “conservador (e golpista !)”, mas acredite em mim, o lado dele não é “a favor” do Lula (ou o PT) e sim contra a Globo e a mídia conservadora (e golpista !) e um presidente “trabalhista”. Para seu desgosto (eu sei), concordo com ele em muitos pontos. Outros não… mas isso é natural. Num bar podemos conversar melhor do que no “público” desde blog (que aliás, está bem bonito).
    Um abraço.

    PS: Sugiro (democraticamente) a leitura, mesmo que não concorde e que prefira ler o Mainard.

    http://conversa-afiada.ig.com.br/materias/437001-437500/437350/437350_1.html

  4. publisher da mídia golpista disse:

    Karam,

    em 99, eu entrevistei o PHA.
    A opinião dele sobre a Globo era a seguinte:
    “A Globo é uma empresa e, como qualquer empresa, serve os interesses dela”. Ele tava na Cultura, mas, penso, achava que podia voltar para a Globo.

    De repente, percebeu que não podia mais. E a Globo virou a mídia “golpista”. Não te parece estranha esta guinada?

  5. Carlos disse:

    Fala, Karam!

    Esse negócio aí do cérebro é isso mesmo. Esquecemos de umas coisas, lembramos de outras. Normal. “É a idade”…

    Sobre o PH: eu acho que ele encana muito com as críticas que os veículos fazem ao Lula. Eu acho isso supernormal (as críticas). Acho que muitas coisas numa democracia são conquistadas na base de porrada – porradas democráticas. Afinal, não estamos mais num regime ditatorial. E governo tem que apanhar mesmo – ainda mais como esse do Lula, como o do FHC (que teve a façanha de escolher o Renan Calheiros como ministro da JUSTIÇA), como do Collor, do Itamar etc.

    Eu fico meio assim quando alguém diz que critica o governo Lula, mas não quer criticar muito porque poderia estar “aliado” com as oposições. Acho uma besteira isso. Vai ficar olhando pros lados antes de fazer uma crítica? Nah. (Aliás, nem sei se esse caso é tanto o caso do PHA. Estou falando porque isso me veio agora na cabeça.)

    Não acho que “A mídia conservadora (e golpista) é, antes de tudo, golpista.” (Meu Deus, que frase!)

    Sim, a imprensa brasileira não é essa maravilha toda (mas acredito que venha evoluindo; como o país, de um modo geral). Mas, entre governo e imprensa, digamos que eu prefira estar do lado da imprensa. Quase sempre. Agora, dizer que a imprensa queira derrubar o Lula… ahh, isso já via longe demais pra mim.

    Se esse governo tem um defeito, é o de não aceitar muito bem as críticas. Recebe com um vitimismo atroz. Lula aceita muito bem o papel de vítima: da imprensa, da ditadura (a bolsa ditadura de 5 mil por mês que o diga…), da elite, da burguesia, do FMI etc. etc.

    E quanto à Globo… bom, sei lá, eu acho que a Globo mudou muito de uns tempos pra cá. Não dá pra comparar a Globo de agora com a Globo de antes do governo Collor, né? Sim, Roberto Marinho era um pulha sagafo e, ops, golpista, sim, até posso afirmar isso. Mas hoje, dizer que a Globo é golpista etc. e tal, não dá, não dá.

    Só pra arrematar, que eu já estou me estendendo demais: se alguém está levando o Brasil para uma “venezuelização”, acredito que seja mais o governo do que a imprensa. E olha que eu não acho isso, no que toca ao governo.

    Rapaz, vamos tomar umas qualquer dia desses, aí eu posso te dar umas gravatas conservadoras e golpistas! ;)) Hehehehe.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s